sábado, 27 de dezembro de 2008

Nota sobre o natal

Há algo que me intriga no natal.Uma correria descomunal,assa o peru,compra presentes,faça as comidas,achar a melhor roupa,esquecer a hostilidade do restante do ano para distribuir "feliz natal" até para os inimigos.É como se fosse um dia de trégua.Me fascina tanta hipocrisia em um único dia,mas ao mesmo tempo toda essa hipocrisia me tranca as palavras,talvez seja reflexo de nossa fragilidade querendo nos mascarar e nos fantasiar de felizes ou apenas nosso cinismo .De qualquer forma ,não é o natal que me toca,são as pessoas e seus personagens...
By Ariadne [em dia sem alcool e sem personagens]

2 comentários:

Luiz Gomes disse...

"É como se fosse um dia de trégua.Me fascina tanta hipocrisia em um único dia,mas ao mesmo tempo toda essa hipocrisia me tranca as palavras,talvez seja reflexo de nossa fragilidade querendo nos mascarar e nos fantasiar de felizes ou apenas nosso cinismo .'

Num sei como ainda tenho orgasmos com seus textos.
é porque eles dizem tudo o que eu queria dizer.

Punk disse...

Para já não falar da postura das instituições religiosas! mas isso são "contas de outro rosário"

"cara,c faz o que da vida,biologo e tals mas fora isso?"

fora disso não resta muito tempo...
mas o que resta é passado entre livros, guitarras, panelas (sou o cozinheiro oficial das jantaradas de sábado com os amigos) e claro, na militância política...