terça-feira, 26 de outubro de 2010

Eu quero mais
e eu sei :
vocês podem me dar
Eu sei de tantos por aí
com vários embriões
implorando pra nascer
aparecer & crescer
mas no comodismo do cotidiano
em cada cena
de ato em ato
a galinha morre sem papo
e há milhões de abortos no final do espetáculo
Ah, eu queria tanto ver o trigo sendo colhido
cansei de queimadas deixando as mentes e os solos
cada vez mais secos e infertéis
(Dine)

3 comentários:

Ahh... Line. disse...

ás vezes vc me assusta, mas logo depois fico bem, bem mesmo.

Ahh... Line. disse...

são pelos textos flor! hahah

Ahh... Line. disse...

na verdade meus sustos são de surpresa pelas idéias!

A impressão que fica em mim é a melhor sempre.

E meus textos? Sempre tão nostálgicos devem achar q sou uma emo psico! kkkkkk