quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Meus olhos são lentes inversas
filmo o mundo em paradoxos
verdades e mentiras
construindo castelos com bases sólidas
entre a sordidez e o sublime
o real e o impossível
vivendo de mãos dadas
nesse mundo imponderável
(Dine)

Um comentário:

airlon disse...

é que entre o real e o impossível é uma distância muito pouca... tipo amor/ódio. Bjo, saudações musicais.

APS