terça-feira, 28 de julho de 2009

Pegou o ônibus mas não desceu em sua parada , resolveu ficar um pouco mais e pela janela via as árvores, as casas , os carros a passarem , só a dor que carregava no peito , essa não passava ...

(Ariadne)

2 comentários:

quinny disse...

Essa dor vai passar...
Pode nunca ser esquecida mas será concerteza guardada num lugar bem bonito dentro do coração...

:)

Punk disse...

Se tivesses dito ao condutor que a dor tinha aparecido sem pagar bilhete, talvez ele parasse o autocarro e a expulsa-se...

:)