segunda-feira, 3 de maio de 2010

Doce

Ele foi doce,mas doçura não é amor meu bem!Doçura beira ao tédio,precisa algo pra acompanhar,assim como eu.Eu queria que ele me beijasse,arrancasse minha roupa e deixasse marcas em mim - ele foi doce.Essa fraternidade travestida de paixão vai matar um qualquer dia.Não há segurança em mim e eu me perco,contamino com essa doçura.O fascínio dos dois se perdeu entre um beijo e outro.Ele me olha agora com uma doçura quase débil e mata-me a cada olhar.Mais dia,menos dia entro no quarto nua e visto em sua frente uma calcinha vermelha,ponho sutiã,vestido,par de brincos,maquiagem e dou um tchau pra aquela criatura doce.Qualquer dia saio do livro de Nelson Rodrigues e vou ser na vida real...

[preguiça de escrever]

3 comentários:

Mariah disse...

muito doce enjôa...

Andarilho disse...

Mulheres não gostam de homens doce... já percebi isso. As vezes é bom, mas sempre.. pode virar diabético com tanto doce... =P

bia_schull disse...

Para com essa preguiça!!
Doce ilusão a minha poder viver esses dias doces...