segunda-feira, 5 de outubro de 2009

As vezes vira pássaro
cria asas e voa
Migra
Muda - se de si e dos outros
e nem sente
outras vezes finca raízes
feito árvore
e ali fica!
Faz-se imutável ,
quando não :
cria asas e voa!
Segue só!

(Ariadne)

3 comentários:

Jhéssica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jhéssica disse...

cria asas e voaa!
eu gostei, gostei desse :D
beijos meu bem ;)

Gomes, Luiz. disse...

Ainda diz que o fazer poesia, ela desconhece.