terça-feira, 25 de agosto de 2009

E nós não podemos nos perder!
Achava ser verdade isso , hoje vejo tantas trilhas , há muito não se anda pelo mesmo caminho .O príncipe encantado é fantasia mas pensei serem reais amizades para toda a vida , me enganei ? Talvez não ou o erro foi querer todos sentindo a mesma coisa. Ainda não caiu a ficha .Uma vez um bêbado mimado me ensinou mais do que ele próprio sabia :
" - Por mais que eu brigue com você não é ódio o que eu sinto , antes e depois das brigas eu te amo e isso fala mais alto !"
Desde esse dia as brigas tiveram pesos mais leves , ninguém tem a obrigação de aceitar todas as coisas empurradas goela a baixo , só me parece estranho entre uma batida e outra de coração ou entre os tic tacs do relógio derrepente se deixar de gostar ou esquecer tudo , aí dá uma sensação que o passado não teve importância , as coisas vividas antes eram encenação , uma oficina de teatro qualquer. Parece tão fácil deixar as coisas pra trás e eu acabo me vendo a perguntar :
- Sou eu a idiota olhando pra trás ?
Tempo tempo tempo pra você sorrir macio ou chorar baixinho , é ele o rémedio , cura todas as cicatrizes , dores e não há contra indicação , o grande problema é a variação para se começar a ver os efeitos , dores de cabeça podem ser curadas em minutos , a perda de uma grande pessoa pode demorar anos .
Talvez seja necessário mais bêbados chorões para falar certas frases e que não se leve tudo tão a sério . Raul Seixas em uma canção cantou "ou você sempre esteve aqui ou nunca vai estar "

você esteve?

(Ariadne)

5 comentários:

Daniela disse...

em horas q eu peso assim
"pq tu ainda não é famosa?"

bia_schull disse...

Tbm me pergunto...
;*

priscylamendes disse...

Eu adoro o bêbado xDD
A Dine vai ser beeeeeeeeeeeeeem famosa!!!

Valéria disse...

Nem sempre é entre uma batida e outra de coração, vai ver esse coração já vinha deixando de bater, e o que acontece é que entre uma ação e outra ele para, porque ele já não estava tão forte. E depois disso ele esquece tudo, não por ser encenação mas porque é pelo seu próprio bem porque o que tem no presente é bem melhor do que tinha no passado.

- E disso todo mundo já viveu um pouco. ;)

Tiradentes disse...

Eu tbm ja vi esse filme, qr dizer..vivi essa cena! Isso acontece prq o ser humano brinca com a frase "Eu te amo". Disse q brinca prq as pessoas são inconstantes. Não sab se ama, não sabe se simplesmente ta apaixonado. Entao prefere o máximo (dizer eu te amo) do que dizer o mínimo (estou apaixonado), como se uma frase fosse comprar umn coração. Usarei aki as palavras do apóstolo João: "Não amemos de palavras, mas de obras, de fato e de verdade"...
O café está na mesa!